Maria

maria(Imagem: Knight, Daniel Ridgway)

Maria, Maria, singela Maria
Que faz de trabalho de noite e de dia
Maria, Maria, um sonho de luz
Que faz e acontece, que guia e conduz

Senhora Maria de porte singelo
De valsa cantada sem lá muito esmero
Correndo no tempo que eu já não espero
De roupa rasgada, avental e chinelo

Senhora Maria o teu nome é uma flor
Que nasce na terra e que morre no ar
Floresce no vento e se acaba no bar
Mas volta a nascer antes do sol se pôr

Maria, Maria, singela Maria
Que faz de trabalho de noite e de dia
Maria, Maria, um sonho de luz
Que faz e acontece, que guia e conduz.

Senhora Maria, tão simples Maria
Teu nome e tão forte, tão pura cantiga
Tua face tão velha que o tempo castiga
Se faz ser tão jovem, se faz ser Maria

Senhora Maria de mão calejada
Lhe devo meu dia e também meu futuro
Pois é o teu trabalho pesado e tão duro
E sem a tua mão não teria mais nada

Maria, Maria, singela Maria
Que faz de trabalho de noite e de dia
Maria, Maria, um sonho de luz
Que faz e acontece, que guia e conduz.

– Denani, Daniel –

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s