Da Dualidade Intrínseca Entre As Mais Condições Da Consciência Pura

Postal(Imagem: Yata, Hannah Faith)

Há flores que nascem na terra
Providas de amor e de paz,
E outras que nascem na pedra e na pedra onde nascem elas
[morrerão]

A primeira, eu digo, não erra
E tampouco algum mal ela traz
As primeiras que nascem e crescem se espalham no vento e por lá
[estarão]

Mas escute o que agora eu lhe digo
A segunda ela é fria e tão dura
Elas nascem crescidas e tão bem formadas que nunca que
[elas mudarão]

Mas se crês que sou só um inimigo
Desta rosa  que rasga e que fura
Já tenhas em conta este solo onde pisas, pois elas nunca
[ajudarão]

E no fim o que digo é só brisa
Voando e saindo de mim
Entoando distante a cantiga mais triste que nasce e que
[morre no chão]

Não te tenhas então pedra lisa
Crendo que o bem faz-se assim
Pois no fim, meu amigo, terás em ti vido a mesma tão vã
[condição]

– Denani, Deniel –

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s